domingo, 7 de agosto de 2011

Dica n° 1: Língua Portuguesa

Vícios de linguagem:

– ‘Tu vai’ ou ‘Tu vais’?
– ‘Isso é para mim fazer’ ou ‘Isso é para eu fazer’?

Quais das opções acima estão gramaticalmente corretas?

Nós temos alguns vícios de linguagem. Isso ocorre também por conta do dinamismo linguístico. Veja um “erro” gramatical comum – a moça pergunta à outra colega: “Tu vai ao clube hoje?”. Instintivamente, usa-se o pronome tu em vez de você. Temos de lembrar que o pronome você (pronome pessoal de tratamento) faz o verbo se flexionar em 3ª pessoa do singular; mas, se usarmos o pronome tu, no modo e tempo verbal do exemplo acima, diremos “Tu vais ao clube hoje?”. E podemos dizer ainda “Você vai ao clube hoje?”. É simples, basta ter um pouco de cuidado.

Vamos à questão seguinte – quando eu digo: “Isso é para mim fazer”, até parece que eu ainda não estou feito. Só para lembrar, meu pai e minha mãe se juntaram para me fazer. Nesse caso, está de acordo com a regra gramatical. Observe que é ... se juntaram para me, e não, mim fazer (o pronome é átono – me). Então, conforme a norma culta, diga: “Isso é para eu fazer.” Tecnicamente, estamos diante do verbo (fazer) no infinitivo pessoal, cujo sujeito é o pronome eu. Portanto, a moça pode dizer: “O rapaz tentou me convencer”; mas, se ela tiver de convencê-lo, de acordo com as prescrições gramaticais, não pode dizer: “É para mim convencer o rapaz”. O correto: “É para eu convencer o rapaz ou “É para eu convencê-lo.
                  João Lover 

Nenhum comentário:

Postar um comentário