sábado, 14 de julho de 2012

A Força da Poesia

Toda dor pode ser suportada,
toda fraqueza pode ser forte.
uma força de dentro emanada
vai pelo tempo: louca jornada,
representa a vida e a morte.


A Poesia segue salvando,
destilando riso e tristeza
numa lancinante incerteza
de quem ora vive sangrando.


O coração rasgado... aberto,
livre com seu sentimento;
na Paz desse seu deserto,
dorme a sede e um momento.


De lágrimas e de sangue
vai-se enchendo um mar:
cachoeiras e avalanches
sempre vertem do olhar...


Há um Sol e uma Noite
ressurgindo dia a dia...
e o pensamento em açoite
sonha impossível Utopia...
  João Lover (2002)

Nenhum comentário:

Postar um comentário