sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Vertentes

Volúpios lábios salientes,
duas grandes vertentes,
permabilizados por meus beijos
num frenético doce lampejo
do conectar das nossas línguas.
Se fazes amor, ficas mais linda,
e o prazer é o teu segredo.


És o encanto, o mistério,
o encontro dos hemisférios
onde sem medo me perco.


O seguro é sentir teu peito,
sempre vives na minha mente,
seduzes minhas correntes
a desaguar no teu leito.
   João Lover (1995)

Um comentário: